image BELO HORIZONTE – Já está em vigor em Minas Gerais a lei antifumo, que proíbe o consumo de derivados de tabaco em locais fechados de uso coletivo, públicos ou privados. A decisão foi sancionada pelo ex-governador do estado, Aécio Neves, no dia 4 de dezembro do ano passado.

Desde domingo (4), é proibido fumar em locais de uso coletivo, ou seja, ambiente frequentado por várias pessoas, como os prédios comerciais ou industriais, casas de espetáculos, restaurantes e estabelecimentos similares. A lei determina que os estabelecimentos criem áreas exclusivas e isoladas para fumantes. Nestes locais, será preciso instalar exaustores para transferir o ar poluído para fora. O dono do estabelecimento que descumprir a proibição pode ser multado de R$ 2 mil a R$ 6 mil. Em caso de reincidência, a multa será dobrada.

Nas tabacarias, o consumo de tabaco está autorizado, desde que na entrada e no interior dos estabelecimentos seja afixado aviso informando que naquele local há utilização de derivados de tabaco e que o fumo é prejudicial à saúde.

O texto da lei também proíbe que professores e outros educadores fumem nas dependências das escolas de educação básica de responsabilidade do Estado. O dinheiro arrecadado, com as multas, será destinado ao Fundo Estadual de Saúde e Prevenção ao Fumo e aos Fundos Municipais de Saúde.

A assessoria da Secretaria Municipal de Saúde informou que a lei passa a integrar a rotina de fiscalização feita pela secretaria.

De acordo com a assessoria da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Minas Gerais (Abrasel-MG), muitos bares e restaurantes belo-horizontinos ainda não instalaram os fumódromos estabelecidos pela lei antifumo, porque está em tramitação um projeto de lei municipal que pode extinguir o fumo em ambientes

fechados. Se este projeto for aprovado, não será permitido fumar em nenhum local fechado e os fumódromos serão dispensados. A Abrasel-MG recomenda aos donos de bares e restaurantes associados a orientarem os consumidores para que não fumem dentro dos locais previstos pela lei.

Fonte: O globo

banner_adm_restaurantes

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *