A Rede, uma das maiores empresas do ramo de máquinas de cartão no Brasil, decidiu modernizar os seus aparelhos. Ao que parece visando competir diretamente com a Cielo Lio, a Smart Rede é um misto de tablet e terminal de pagamento que traz modernidade ao seu ponto de venda.

Mas, será que esta é mesmo uma alternativa interessante para a sua frente de caixa?

Smart Rede tem design inovador

A primeira coisa que você vai notar quando vir a Smart Rede é o seu design inovador. Ela conta com duas telas, o que permite que lojistas e clientes acompanhem a transação ao mesmo tempo.

Ela vem com bateria embutida, alto-falantes (com controle de volume), câmera, microfone, porta micro USB, antena NFC, leitor de QR code e código de barras, além do leitor de cartão e impressora de comprovante de pagamento. Isso significa dizer que esta máquina de cartão está pronta para aceitar diversas formas de pagamento, inclusive as mais modernas.

O seu processador quad-core permite o uso agregado a vários aplicativos voltados para a realização e controle das atividades financeiras de seu negócio. De fábrica, ela já vem com o app Pagamentos (que permite o recebimento de pagamentos e emissão de relatórios), o app Rede (para antecipção de saldos e outras ações financeiras) e o app do internet banking Itaú Empresas.

A sua conexão com a internet acontece via 3G, Wi-Fi ou cabo Ethernet (IP banda larga) e de forma independente, pois ela já vem com chip 3G de fábrica – ou seja, ela não precisa de celular para funcionar. Porém, diferente da sua maquininha Mobile Rede, o seu tamanho e design não é ideal para mobilidade, sendo mais adequado para lojas físicas.

Máquina de cartão da Rede aceita diversas formas de pagamento

Já que esta solução parece ter vindo para substituir as tradicionais máquinas de cartão da Rede, não é de se espantar que ela conte com o amplo portfólio de cartões de crédito e débito oferecidos pela empresa.

A Smart Rede faz vendas no débito, crédito à vista, parcelamento, e também aceita voucher (cartões-refeição e benefícios) e faz recarga de celular.

As bandeiras aceitas no débito e crédito são Visa, MasterCard, Hiper, Elo, UnionPay, Cabal e Banescard; e, no crédito, você contará com Discover, Diners Club, JCB, Mais!, Coopercard, Sorocred, e Credz.

Os vouchers disponíveis precisam ser negociados diretamente com as bandeiras para habilitação e negociação de taxas. São eles: Ticket, Sodexo, VR, GrenCard, Verocheque, UpPlan, Nutricash, Cooperland, BNBclube, Cabal, Sorocred e Alelo.

Taxas e custos não estão disponíveis no site

Apesar de, do ponto de vista tecnológico, a Smart Rede parecer ser uma solução atraente, especialmente para quem atende clientes exigentes, o fato é que não se sabe se isso tudo pode acabar saindo caro.

O site da empresa não informa quais os custos e taxas envolvidos, nem se é preciso assinar contrato de locação ou qual documentação deve ser apresentada. Apenas o telefone da Central de Atendimento é disponibilizado com a informação de que a máquina de cartão está disponível apenas para algumas regiões do Brasil – sem especificar quais.

Também se sabe que é possível solicitar a antecipação de saldos de forma avulsa ou programada, além de optar pelo Plano Flex e receber as vendas no crédito após 2 dias úteis. Porém, não há maiores detalhes sobre isso em termos de procedimentos e taxas envolvidas.

curso restaurante

Fique atento

Assim, fica claro que a Smart Rede é um produto inovador, e que será interessante ver se ela ou a Cielo Lio vai se tornar a preferida das lojas físicas de grande porte.

Já para microempreendedores, pequenos empresários e autônomos, esta não deve ser uma alternativa interessante, pois é pouco provável que o seu custo total seja acessível diante de tantas funcionalidades. Ela também é muito grande para quem quer algo que possa levar no bolso ou na bolsa.

Além disso, vale ressaltar que você ficará dependente da Rede em termos de aplicativos. Ainda que desenvolvedores privados estejam sendo convidados para criar apps para a Smart Rede, o sistema sempre contará apenas com soluções aprovadas pela mesma e você poderá passar por dificuldades se quiser usar um sistema PDV alternativo, por exemplo.

Fonte: https://br.mobiletransaction.org/smart-rede/

(tags: restaurantes)

curso restaurante

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *