6 Relatórios gerenciais mais usados em restaurantes

Obter informações atualizadas diariamente sobre os andamentos dos processos de um estabelecimento é fundamental para que se tenha uma gestão eficiente do seu negócio. Os relatórios gerenciais para restaurantes se tornam indispensáveis para a tomadas de decisão, fazendo bom proveito das oportunidades.

 

Essas informações fornecem ao administrador a possibilidade der analisar de forma exata e direta como funciona os setores do estabelecimento, permitindo assim desenvolver ações para otimizar processos, controlar estoque, tempo de produção e com isso alcança resultados satisfatórios.

 Mas afinal, o que são relatórios gerenciais para restaurantes?

 Relatórios gerenciais são os documentos que apresentam avaliações do desempenho de determinado setor do estabelecimento ou da operação em geral. As informações nesses relatórios precisam apresentar vantagens para o administrador, e servir como indicador de tomada de decisão ou planejamento das ações do negócio.

 Esses relatórios precisam ser seguros, pois eles necessitam ser atualizados constantemente, em sua análise permite comparação de diagnósticos a partir do momento em que se estabelece um objetivo.   

 A importância dos relatórios gerenciais para restaurantes

 Gerenciamento e envolvimento – o administrador deverá focar em assuntos estratégicos do restaurante. Isso envolve dedicação e tempo para resolver problemas ou formas de atrair mais público. Devemos levar em consideração que as operações devem caminhar com independência, e ao iniciar ferramentas corretas em pouco tempo resultará em uma operação sob controle.

 É importante lembrar que para ter relatórios você precisa contar com um sistema de gestão.

Bom, já falamos o que são relatórios gerenciais e sua importância vamos dar mais um passo e focar nos principais relatórios e seus objetivos dentro da gestão varejista.

 Conheça os 6 principais relatórios gerenciais para restaurante:

1. Relatório de faturamento diário

A primeira preocupação do administrador é ter certeza que o dinheiro está entrando.

Portanto, acompanhar as vendas é essencial. De preferência utilize relatórios que já realizem comparação com o mesmo período do mês anterior e com o mesmo período do ano anterior. Dessa maneira você saberá de maneira rápida a tendência das suas vendas.

 2. Relatório de Ticket médio/ticket conta

Outra informação interessante de acompanhar é o ticket médio. Que corresponde ao valor de venda médio por cliente, ou seja, quanto cada consumidor gasta por compra na sua loja. Ou seja, é o volume de venda dividido pelo número de clientes, ou contas.

Acompanhar a evolução desse indicador é importante, pois você consegue perceber padrões e principalmente o impacto de ações de marketing.

Esse relatório ajuda a desvendar situações que aconteceram muito nesse período de crise como “por que meu estoque continua cheio, mas as vendas caíram muito?” O ticket médio explica: os clientes passaram a comprar quantidades menores e produtos de menor valor.

3. Relatório de estoque

A segunda preocupação é saber se o produto que está disponível para venda assim como quantidade. Isso permite realizar um planejamento como por exemplo: Preparar o estoque para datas comemorativas.

Com o relatório de estoque também é permitido verificar a maior e menor rotatividade de um determinado produto e o tempo médio de permanência isso ajuda a empresa ter equilíbrio com o ritmo de vendas e evita desperdícios

 4. Relatório de Produtos mais vendidos

Basicamente o relatório classifica os produtos por volume de vendas e realiza um cálculo de proporção daquele produto em relação às vendas totais.

Com esse relatório entende-se melhor como a reposição de estoque deve trabalhar, com isso as compras dos produtos se tornam assertivas e não compromete o seu faturamento.

5. Relatório de contas a pagar/receber

O relatório de controle financeiro fornece informações sobre todos os compromissos da empresa que representam o desembolso de recursos. Ele permite avaliar como o capital da sua empresa funcionou no passado e o que está acontecendo no presente. Com isso é possível identificar compra de mercadorias, insumos para produção, serviços, salários, impostos, contribuições entre outros.   

É importante lembrar que para ter relatórios você precisa contar com um sistema de gestão.

6. Relatório de vendas por vendedor

O relatório de vendas por vendedor permite ao administrador acompanhar seus vendedores, os números e o lucro gerado por cada um. A partir do relatório de venda por vendedor é possível obter informações e dados para aumentar as vendas. Isso significa que a análise do relatório permite identificar as falhas no processo de vendas e, uma vez identificadas, saná-las. Isso, consequentemente, implicará no aumento das vendas e do faturamento.

Em uma gestão básica para restaurante os relatórios gerenciais citados acima são indispensáveis. Como o negócio é vender não somente produtos mas qualidade e atendimento é importante ter agilidade na forma de gerenciar e acompanhar o estabelecimento. No entanto, para realizar uma análise profunda é necessário contar com um sistema que ofereça usabilidade completa.

 Lembrando destacar, que nos dias atuais é importantíssimo utilizar um sistema de gestão onde os funcionários se engajem ao utilizarem a ferramenta de forma correta.  

Fonte: https://www.positecnologia.com.br/single-post/6-relatorios-gerenciais-mais-usados-em-restaurantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *