Ponto de Equilíbrio em Restaurantes – Aprenda a calcular

Ponto de equilíbrio representa a quantidade de venda que precisa ser realizada mensalmente para gerar receitas suficientes para pagar todo o custo variável gerado, todas as despesas comerciais geradas e todos as despesas fixas que a empresa tiver no mês. Isto é, “empatar”. Não
ter lucro acumulado no mês, mas também não ter prejuízo.

• Significa que um volume de vendas inferior ao “ponto de equilíbrio” levará a empresa a ter prejuízo. Pois, no final do mês, não terá dinheiro suficiente para pagar as despesas fixas.

• Significa que um volume de vendas superior ao “ponto de equilíbrio” permitirá acumular lucro. É este lucro que realmente importa, o lucro acumulado num período, não somente o “lucro” proporcional de uma venda.

Note que, mesmo que tenha sido calculado “lucro” em cada venda, pode ser que o pagamento das despesas fixas do mês consuma todo este “lucro” e, no final do mês, o resultado da empresa seja nulo ou prejuízo. Muitas empresas entram nesta situação, pois realizam vendas com “lucro”, mas nunca sobra dinheiro no final do mês. Por que? Porque as despesas fixas levam tudo. A quantidade vendida é inferior ao que necessitaria vender.

Para acumular lucro é necessário vender acima do ponto de equilíbrio.

Exercite da seguinte maneira:

Neste cálculo, se não considerar o % de lucro, então o volume de vendas resultante será suficiente apenas para o ponto de equilíbrio. Isto é, o valor mínimo que terá de vender para não ter prejuízo, mas também não ter lucro. Mas se for considerado o % de lucro, então o resultado será o volume de vendas que precisa ser conseguido para obter o determinado montante de lucro.

Simbolicamente, somente para exemplificar, imagine uma empresa com Despesa Fixa mensal de R$4.725,00, o Custo Variável chegando a 64,5% do faturamento e as Despesas Comerciais alcançando 10,2% do faturamento. Qual deve ser o faturamento mensal desta empresa que
seja suficiente para pagar R$4.725,00 de Despesas Fixas, além das Despesas Comerciais e do Custo Variável que forem gerados?

• Se aplicarmos a fórmula, o Ponto de Equilíbrio = 4.725 / 1- (64,5% + 10,2%),
Ponto de Equilíbrio = 4.725 / 1 – 74,7%, ou, fazendo a transformação dos valores percentuais, 4.725 / 1- 0,747. Então, 4.725 / 0,253 = 18.675,90

O Ponto de Equilíbrio, isto é, o faturamento, deveria ser de R$18.675,90 mensais para pagar os R$4.725,00 de Despesas Fixas e o montante de Despesas Comerciais e do Custo Variável que for gerado para se obter este volume de faturamento. Note que, mesmo assim, não gerando
lucro nenhum. Se fosse desejado um lucro de 10,0%, então, o volume de vendas seria calculado assim:

• Volume de vendas = 4.725 / 1 – (64,5% + 10,2% + 10,0%).
Volume de vendas = 4.725 / 1 – 84,7%, ou, fazendo a transformação dos valores percentuais, 4.725 / 1- 0,847. Então, 4.725 / 0,153 = 30.882,40

Para obter um lucro de 10,0% (R$3.088,24) deveria efetuar um volume de vendas, isto é, um faturamento, de R$30.882,40, cerca de R$12.206,50 acima do Ponto de Equilíbrio.

Então, de novo chamamos sua atenção:
• Aprenda com precisão a calcular o Ponto de Equilíbrio de seu “Restaurante”. Determinar o volume de faturamento mínimo para não ter prejuízo. Estude bem este assunto, faça cursos, inclusive

• A fórmula de cálculo é simples, mas o que importa para a sua empresa é que você tenha domínio sobre todos os aspectos envolvidos nesta questão de volume de faturamento, não somente calcular um valor.

Fonte: www.sebrae.com.br

Um comentário sobre “Ponto de Equilíbrio em Restaurantes – Aprenda a calcular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *