5 DICAS PARA FAZER REPOSIÇÃO DE ESTOQUE EM SEU RESTAURANTE

Um dos principais desafios na administração de um restaurante é acertar na reposição de estoque. Afinal, é preciso garantir que todos os ingredientes e produtos à venda estejam disponíveis, ao mesmo tempo em que é preciso evitar desperdícios. Então, o grande desafio é encontrar o ponto de equilíbrio.

Neste artigo, vamos mostrar para você porque a gestão eficiente de estoque é tão importante e como fazer para acertar o tão sonhado ponto de equilíbrio.

POR QUE SE PREOCUPAR COM A REPOSIÇÃO DE ESTOQUE?

A reposição de estoque de um restaurante é um fator chave de sucesso. Isso porque ele interfere diretamente nos resultados financeiros e até mesmo na qualidade dos alimentos oferecidos aos clientes.

Imagine abrir as portas do restaurante, ver os clientes começarem a chegar e, de repente, você percebe que não há ingredientes suficientes para o preparo do seu prato mais vendido, enquanto o estoque está cheio de outros ingredientes próximos da data de validade.

A gestão correta do estoque evita que esse tipo de situação aconteça. Isso garante um aproveitamento melhor dos espaços de armazenamento e da utilização dos ingredientes.

COMO FAZER A REPOSIÇÃO DE ESTOQUE EM UM RESTAURANTE DE FORMA EFICAZ?

1. MAPEIE O FLUXO DE PRODUTOS

É fundamental conhecer o fluxo dos produtos do seu restaurante. Para isso, verifique quais são os ingredientes mais utilizados, como são as saídas e o volume de vendas semanal.

Além disso, é importante diferenciar os produtos que podem ser armazenados por mais tempo, daqueles que precisam estar mais frescos. Mantenha todas essas informações anotadas e use-as para definir o ponto que detalharemos a seguir.

2. DEFINA O ESTOQUE MÍNIMO

O estoque mínimo é a quantidade mínima necessária para abrir as portas do restaurante ao público. Ou seja, caso ele não seja atingido, o funcionamento do estabelecimento fica comprometido. É importante controlar esse quesito para manter a qualidade e a boa reputação do seu negócio.

3. DEFINA O ESTOQUE MÁXIMO

Muitos empresários se esquecem de pensar na limitação de estoque. Pensam que basta adquirir uma quantidade bastante superior os estoque mínimo que está tudo certo. Mas, na verdade, ter produtos além do necessário em estoque, pode gerar muitos prejuízos. Afinal, boa parte são alimentos podem passar da data de vencimento.

4. CONTROLE O ESTOQUE DE FORMA AUTOMATIZADA

Ter todas essas informações de nada adiantará se você não utilizá-las de forma simples e prática. Para isso, é importante contar com um sistema de gestão de estoque. Esse tipo de software facilita a administração diária, emitindo alertas e ajudando no planejamento das compras de reposição.

 

5. FAÇA ACOMPANHAMENTO DIARIAMENTE

O acompanhamento constante é chave do sucesso da gestão de estoque. As informações devem ser atualizadas em tempo real. De acordo com o sistema escolhido, é possível emitir relatórios com diferentes periodicidades, disparar avisos sobre a necessidade de novas compras ou de utilização ou venda de produtos que estejam vencendo.

Vale ressaltar que as compras para repor o estoque devem acontecer ao longo do ano. Sua frequência depende do ramo de atividade, da localização, do porte e do tipo de empresa.

Assim, quando feita de forma correta e eficaz, a reposição de estoque pode garantir uma melhoria significativa nos resultados financeiros do seu restaurante. Portanto, se você ainda não utiliza nenhuma dessas estratégias, é melhor começar logo!

Fonte: https://blog.castellmaq.com.br/5-dicas-para-fazer-reposicao-de-estoque-em-seu-restaurante/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *