CMV – Custo da Mercadoria Vendida para Restaurantes e Bares

Apesar de ser um dos indicadores financeiros mais importantes para o setor de Restaurantes e bares o CMV ainda é pouco explorado por boa parte dos administradores deste setor.

Aprenda nesta vídeo aula todos os conceitos sobre o CMV, qual a sua importância para o setor de restaurantes e como calculá-lo. Disponível para assinantes do Conteúdo Premium para Restaurantes e Bares

CMV significa o CUSTO da MERCADORIA VENDIDA que nada mais é do que o custo direto que você tem para adquirir suas matérias primas ou produtos junto aos seus fornecedores.

Imagine que você tem uma pizzaria e que para fazer um pizza você precisa de farinha de trigo, fermento, azeite, muçarela, calabresa, molho de tomate e azeitonas. Para adquirir os ingredientes desta pizza você gastou 20 reais e vendeu esta pizza por 60 reais. Estes vinte reais que compõem o custo da pizza é o que chamamos de CMV ou seja o custo direto das matérias primas que formaram aquele produto.

Neste caso não são considerados os custos com energia elétrica, salário do pizzaiolo, nem o salário do garçom que entrega a pizza. Apenas o custo da aquisição do produto.

E porque que o indicador de CMV é tão importante?

O CMV ou o indicador de CMV são ferramentas tão importantes que poderíamos citar dezenas de motivos pra você dar mais atenção a este índice mas vamos citar aqui basicamente os 3 principais fatores que vão te convencer a dar mais importância daqui por diante.

Este conteúdo está disponível em vídeo para assinantes do CONTEÚDO PREMIUM para restaurantes e bares. Para conhecer o Conteúdo Premium clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *