OS 3 PILARES DE UM RESTAURANTE DE SUCESSO

Na gestão de restaurantes, há diversos fatores que influenciam no sucesso do negócio. Dentre eles, há 3 pilares fundamentais que devem ser observados, especialmente para fazer a diferença.

Assim como confirmou o chef René Redzepi em uma entrevista na qual explicava a fórmula que o ajudou a sair de uma crise de mesas vazias, 6 meses após abrir, que rapidamente o ajudou a se tornar um dos melhores restaurantes do mundo:

“O segredo era obter uma conexão entre o restaurante Noma, a forma de apresentar os pratos, a forma de servi-los e o seu conteúdo. Não se pode separar um elemento do resto”.

A verdade é que a refeição, o serviço e o ambiente são os pontos essenciais na qual toda gestão de restaurantes deve se concentrar. Apresentamos a você, então, como observar os 3 pilares básicos do seu negócio e fazer sucesso. Anote!

Oferta gastronômica

Já não é mais suficiente servir uma boa refeição para lidar com os desafios da indústria de restaurantes, pois os clientes estão cada vez mais informados sobre que a gastronomia se refere. Sabem cada vez mais sobre os ingredientes, receitas e sobre a alimentação. Para que o seu negócio possa ter uma oferta gastronômica de sucesso, lembre-se de dar atenção especial à:

  • Qualidade. Claro que a principal característica da comida do seu restaurante deve ser a qualidade. Mas não se trata apenas de usar bons produtos e de fazer receitas incrementadas. Para que os clientes tenham uma experiência culinária que se destaque, cada prato que sai de sua cozinha deve ter uma combinação perfeita de sabor, aroma e apresentação. Respeitar esta fórmula fará com que seus clientes sempre se sintam motivados a investir nos seus produtos.
  • Rentabilidade. Servir pratos de qualidade não deve ser, de modo algum, sinônimo de baixa rentabilidade. Pelo contrário. Na gestão de seu restaurante, se usar a engenharia de menus, por exemplo, poderá detectar quais ingredientes e produtos são mais consumidos e rentáveis, realizar uma gestão de seu estoque mais produtiva e, assim, ter um cardápio que gere benefícios, sempre.
  • Inovação. Mesmo se for um restaurante cujo modelo de sucesso é oferecer um prato típico da região e que os clientes venham sempre buscar o mesmo produto, é importante colocar no cardápio pratos novos com regularidade, que tenham um preço semelhante ao dos pratos principais, para que o negócio possa se adaptar às mudanças do mercado e garantir o sucesso a longo prazo. Pode considerar as tendências gastronômicas na hora de criar as suas novas receitas.

Serviço

Seguindo essa mesma linha, já não basta receber os clientes com amabilidade, anotar os seus pedidos, servir-lhes a refeição e lhes agradecer ao sair. Hoje, um restaurante que queira se destacar da concorrência e ter êxito, deve se esforçar em oferecer um serviço inesquecível… Mas como? Principalmente, cuidando dos seguintes detalhes:

  • Motivação da equipe. Um garçom frustrado jamais poderá atender adequadamente os clientes. É por isso que, na gestão de restaurantes, os seus funcionários devem se sentir bem atendidos, para depois poder fazer o mesmo com os clientes. Para ter a equipe perfeita, faça com que cada um dos integrantes dela se sinta valorizado e motivado, oferecendo-lhes incentivos e realizando atividades que os incentivem a dar o melhor de si a cada serviço.
  • Conhecimento dos produtos. Uma das coisas que mais induz um cliente a consumir os seus pratos é que os garçons deem a maior quantidade de informações sobre eles, basicamente porque não poderão vender algo que não conhecem ou que não entendem. Faça degustações contínuas com toda a sua equipe para que conheçam a oferta gastronômica e saibam o valor do cardápio.
  • Atenção personalizada. “Se tivesse um milhão de clientes, desenharia um milhão de Amazons”, disse Jeff Bezos, CEO desta empresa. Isso se referre ao fato de que cada cliente é único, cada um tem diferentes necessidades e, por isso, é indispensável observar, analisar, escutar os clientes, compreender o que desejam e como gostam de ser atendidos, para dar a eles um serviço personalizado. Se, em seu restaurante, você atender os clientes levando em conta as suas preferências, terá sempre as suas mesas cheias.

Ambiente

Quando falamos de ambiente, não nos referimos apenas à decoração do local, mas a todos os elementos físicos que compõem o restaurante e que servem de preparo para a experiência gastronômica. Nesse sentido, é fundamental que todos esses elementos funcionem como uma orquestra, criando um espaço agradável e prazeroso para os clientes. É possível conseguir isso com:

  • Autenticidade. Por que um cliente vai preferir o seu restaurante aos outros? O que torna o seu negócio único? Pela decoração e pelo ambiente, seu restaurante pode mostrar um estilo único, que faça com que os clientes queiram voltar. Mesmo se o restaurante for uma cafeteria convencional, se ele usar, por exemplo, uma louça especial, o seu negócio terá um diferencial. Detalhes como este podem ter um grande impacto nas vendas.
  • Comodidade, antes de tudo. Não serve para nada ter um local ultramoderno ou chamativo se os clientes não se sentem bem nele. Nunca sacrifique a comodidade de seus clientes em prol de uma decoração vistosa. O ideal é ter um ambiente de estilo único e confortável ao mesmo tempo. O termo “restauração”, aplicado ao ramo de restaurantes, significa oferecer um espaço no qual os clientes possam “se restaurar”, ou seja, encontrar bem estar. Certifique-se que esse seja o seu caso.
  • Valores agregados. Se um restaurante oferece comida de qualidade, um serviço inesquecível e um ambiente harmônico, a cereja do bolo será oferecer valores agregados que completem a experiência dos clientes. Satisfazer os 5 sentidos, incluindo, por exemplo,  música ao vivo e, assim, estimular os clientes também auditivamente, criando um clima ideal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *