O cliente quebrou alguma coisa no restaurante. Ele deve pagar ou não?

Ponto de Vista.

image  No restaurante não há nenhuma peça de valor. No máximo, acontece de o cliente, acidentalmente, quebrar peças comuns, como copos ou pratos. Imagino que a maioria dos restaurantes, normalmente, não efetue esse tipo de cobranças, a não ser que a peça seja muito rara ou tenha um valor afetivo muito grande. Em meu estabelecimento nunca aconteceu algum caso em que tive de cobrar algo, mas, se houvesse uma ocasião em que algum cliente excedesse na bebida alcoólica ou acontecesse uma enorme discussão e o número de objetos quebrados fosse grande, gerando um prejuízo, provavelmente, com muita cautela, eu informaria ao cliente e pediria que gentilmente compreendesse a situação, mas nunca o obrigando a pagar. Imagino que custos como esses já estejam inclusos nos custos de grande parte dos restaurantes, pois, além dos clientes, sem querer, colaboradores podem acabar quebrando objetos.

Sassa Sushi
(11) 3078-4538
www.sassasushi.com.br

image  Cada caso é um caso. Normalmente, uma louça comum (prato, pires, xícara, copo…) não é cobrada porque levamos em consideração que ninguém entra em um restaurante para quebrar algo. Mesmo quando isso envolva crianças. Em 98% dos casos não existe intenção. Por outro lado, se o cliente pede diversas doses de bebida e visivelmente perde a compostura quebrando algo, é mais do que justo que pague pelo prejuízo causado. Nesse caso, é incluído em sua conta na hora de fazer o acerto. Tudo é avaliado conforme a situação do momento. Se o objeto é de valor, deve pagar, sem dúvida. Uma estatueta decorativa, por exemplo, é algo que não faz parte daquilo que é oferecido em um restaurante e incluso no cardápio. De alguma forma, se ele não estivesse ali, a peça estaria inteira. Nesse caso, é calculado o valor aproximado e acrescido na conta. Ao fazer o acerto, o cliente é avisado de que o valor do objeto está incluso.

Khan el Khalili – Casa de Chá Egípcia e Café Árabe
(11) 5575-6647
www.khanelkhalili.com.br

image O Los Chicanos Mexican Food não cobra pelos objetos quebrados durante o jantar dos clientes. O mais importante é manter o bom senso, em um momento como esse, digo ao cliente para não se incomodar e continuar sua refeição tranqüilamente. Não é possível embutir o preço de eventuais danos na conta, até porque o restaurante não planeja esse tipo de acontecimento. Segundo minha experiência, sempre que quebra algo, o cliente se propõe a pagar. Mas complemento falando que o interessante é dizer que não existe necessidade, pois o prejuízo torna-se insignificante perante o bom atendimento. Considero mais importante o cliente sentir-se à vontade e voltar diversas vezes, do que fazer cálculos sobre preços e possíveis prejuízos. O Los Chicanos é um restaurante mexicano com ares modernos e comida de qualidade, que aposta no número crescente de admiradores dessa especialidade.

Los Chicanos Mexican Food
(11) 5051-6537
www.loschicanos.com.br

Um comentário sobre “O cliente quebrou alguma coisa no restaurante. Ele deve pagar ou não?

  1. Meus custos definitivamente não incluem custos relacionados à quebra de peças seja louça ou copos. Uma taça de Margarita custa por volta de 25 enquanto o drink custa 15. Dessa forma se o cliente quebra uma taça dessas eu teria prejuízo de 35 e definitivamente entendo que o cliente deve se responsabilizar por seus atos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *